Conecte-se conosco

Estado - País - Mundo

Santa Catarina liberou abertura de igrejas, shoppings e academias; Governo também estuda reinício do Campeonato Catarinense

21/04/2020 - 08h19min

Atualizada em 21/04/2020 - 08h48min

Florianópolis – O governo de Santa Catarina anunciou a abertura de igrejas, centro comerciais, restaurantes e academias a partir de amanhã, 22. As atividades religiosas já estão liberadas desde ontem, porém com regras de distanciamento e com 30% da capacidade de público. As demais serão retomadas a partir da quarta-feira e seguirão uma série de normas. Inclusive o reinício do Campeonato Catarinense de futebol já está sendo estudado e deve ser o próximo item na pauta do governo de Santa Catarina. A Federação Catarinense de Futebol (FCF) já encaminhou o pedido e com protocolo médico. Uma das ideias é fazer a testagem em todos os atletas antes do recomeço da competição e ter os jogos com os portões fechados a partir de 16 de maio.

Internet impacta os profissionais durante a pandemia em Dois Irmãos , até treinos

Em relação ao transporte público e às aulas presenciais não há previsão para retorno, informou o governador Carlos Moisés da Silva.
As atividades religiosas, com público presente em igrejas ou templos, estão permitidas a partir desta segunda-feira (20), conforme portaria já publicada no Diário Oficial do Estado. Entre as principais normas para o funcionamento estão a capacidade de pessoas reduzida a 30%, e com espaço entre elas de 1,5m no mínimo, além de regras relacionadas à limpeza.
Já os centros comerciais, shoppings e academias voltam a partir da próxima quarta-feira (22) e com normas específicas que ainda serão divulgadas, conforme Moisés. Atividades físicas em praias e parques também estarão regulamentados para uso após o feriado:
Todas as flexibilizações feitas durante período de quarentena pelo coronavírus em SC, são baseadas em estudos e ferramentas que acompanham os resultados de transmissão do vírus, explicou Moisés.

Cervejaria faz campanha e troca cerveja por alimento para o Banco de Alimentos