Conecte-se conosco

Destaques

Bater ponto poderá ser obrigatório para CC’s e estagiários da Prefeitura de Ivoti

08/10/2018 - 18h54min

Ivoti – A Câmara de Vereadores começa a analisar um projeto de lei que dará mais transparência ao trabalho do servidor da Prefeitura de Ivoti. A administração encaminhou um documento que prevê o registro do ponto para os funcionários em cargos em comissão, contratos temporários e estagiários.

A freqüência dos servidores ocupantes será controlada pelo ponto mecânico ou eletrônico, realizado preferencialmente através do registro biométrico, que assinala o comparecimento do servidor ao serviço e pelo qual se verifica, diariamente, suas entradas e saídas.

A proposta também inclui os contratados por tempo determinado e os estagiários com vínculo de estágio não obrigatório. Em todos os casos, segundo  administração municipal, não serão pagas horas extras aos servidores ocupantes de cargo em comissão ou função gratificada.

SECRETÁRIOS FORA

O projeto já havia sido apresentado no ano passado pelo então prefeito interino, Satoshi Suzuki (PP). Quando assumiu, o atual prefeito, Martin Kalkmann (PP), optou por retirar o projeto e analisar melhor o assunto. “Quando assumimos, ficamos de analisar e reapresentá-lo. Conversando com nossa equipe, verificamos que esta é mais uma maneira de garantir maior transparência na jornada de trabalho do servidor público, seja ele efetivo ou em comissão”, destacou.

Os vereadores terão quatro semanas para analisar e votar o projeto de lei.

Leia também:

Eleições 2018: votação começa com movimentação grande em Ivoti

Deputado Elton Weber aumenta 25% a votação e é o 11º mais votado no RS