Conecte-se conosco

Estado - País - Mundo

Bolsonaro deve nomear André Luiz Mendonça

27/04/2020 - 20h04min

Brasília – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deverá nomear o atual advogado-geral da União, André Mendonça, para o Ministério da Justiça e Segurança Pública, apurou a CNN nesta segunda-feira, 27.

O primeiro nome cotado para substituir Sergio Moro na pasta era o do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, advogado e amigo da família Bolsonaro.

Se confirmado no Ministério da Justiça, Mendonça terá a Polícia Federal sob seu guarda-chuva no momento em que a mudança no comando da corporação foi o estopim da saída de Moro do governo.

Bolsonaro deve nomear o diretor-geral da Abin, Alexandre Ramagem, para substituir Maurício Valeixo no comando da PF. Valeixo participou de investigações da Operação Lava Jato e foi uma indicação de Moro. Ramagem é amigo da família Bolsonaro.

Conforme perfil levantado pela agência de notícias, advogado da União desde 2000, Mendonça chegou ao comando da AGU depois de passar por diversos cargos na administração pública. A AGU representa a União em processos no Judiciário e presta consultoria jurídica ao Poder Executivo.

Formado pela Faculdade de Direito de Bauru (SP), Mendonça é doutor em Estado de Direito e Governança Global e mestre em Estratégias Anticorrupção e Políticas de Integridade pela Universidade de Salamanca, na Espanha, segundo informações disponíveis no site da AGU. Também é pós-graduado em Direito Público pela Universidade de Brasília (UnB).

Mendonça recebeu em 2011 o Prêmio Innovare, voltado para as melhores práticas exercidas no Poder Judiciário, pela idealização e coordenação de um grupo na AGU dedicado à recuperação de ativos desviados em casos de corrupção, que recuperou bilhões de reais aos cofres públicos.