É importante realizar este processo com empresa habilitada, que conheça os melhores procedimentos a serem realizadas para cada tipo de infestação

A aparição de um ou outro inseto em casa, a princípio não gera grandes incômodos. Mas isto pode se tornar uma infestação em pouco tempo, devido a facilidade de se multiplicarem muito rápido. Essa proliferação pode ocorrer devido a diferentes fatores, entre eles, o volume de lixo gerado pelas residências, e até mesmo alguns descuidos, que podem atrair baratas, ratos, pombos, traças, cupins, entre outras pragas que, além de danos físicos, podem disseminar doenças perigosas ao ser humano.

A presença dessas pragas acabará em algum tempo acarretando a vinda dos seus predadores, com isso o ambiente além de poluído se tornará perigoso. Uma das recomendações da Imunizadora Ivoti, para evitar danos maiores como no caso de uma infestação de cupins, considerando a existência de pisos de madeira, portas, janelas e todo o madeiramento do telhado, é importante se fazer a imunização ou dedetização. “Temos que ter em mente que isto é uma questão de SAUDE PUPLICA e cuidado com o PATRIMÔNIO, ou seja, quando realizamos esta medida no ambiente em que trabalhamos e residimos estamos gerando saúde e bem-estar, estamos protegendo e dando qualidade de vida às pessoas que ali habitam ou transitam, além de prevenir os danos matérias que podem gerar grandes prejuízos financeiros.

MELHOR SOLUÇÃO

De acordo com a equipe da Imunizadora Ivoti, os insetos acabam invadindo as instalações na maior parte das vezes em busca de abrigo e alimento. “Por serem ambientes que proporcionam os mesmos em abundância ocorre essa migração.” O problema não está nesta “invasão” , e sim no fato de não intervirmos de maneira correta, com profissional devidamente habilitado, para utilizar das melhores técnicas para controlar o foco. “ A prevenção sempre é a melhor solução, não devemos utilizar jamais produtos químicos sem o devido conhecimento, por isso um profissional em controle de pragas deve ser consultado, garantindo o bem-estar da família.

PERÍODO IDEAL É O QUE SE ADAPTAR A ROTINA

Os profissionais citam que existe um mito que “no verão existem mais insetos”, mas, a verdade é que tudo é sistêmico, não existe época com maior ou menor número de insetos, o que existe é o período de frio intenso, o que faz com que os insetos se proliferem em menor número. O que auxilia na redução dos mesmos são as condições climáticas, por sua vez no geral percebemos o incomodo maior e risco de saúde nos períodos mais quentes do ano.

A imunização deve ser realizada no período que melhor se adaptar a rotina se tratando de residências, por ser um processo um pouco invasivo ele deve estar na sua programação anual. “Recomenda-se imunizar de seis em seis meses, o que proporcionará segurança, saúde e proteção do patrimônio.