Conecte-se conosco

Destaques

CDL de Dois Irmãos divulga carta aberta contra fechamento do comércio

27/06/2020 - 11h07min

Atualizada em 27/06/2020 - 11h21min

CDL clama pela volta para evitar fechamento de lojas (Cred. MELISSA COSTA)

Dois Irmãos – A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) divulgou uma carta aberta nas redes sociais clamando pela reabertura do comércio local. O texto também foi encaminhado aos deputados Marcel van Hattem (Federal) e Issur Israel Koch (Estadual) na tentativa de ter a ajuda e apoio deles para conseguir a reabertura. A nota inicia com pesar e informa que já há lojas fechando por não aguentar a crise e que todos esperam com ansiedade por mudanças urgentes das restrições, pois  isso “tem deixado a nossa economia em frangalhos, nossos empresários em desespero e nossos empregados sem perspectivas”. Confira na íntegra o material assinado pelo presidente da entidade, Ademir Berlitz.

 

NOTA DA CDL NA ÍNTEGRA

“É com muito pesar que confirmamos as previsões de alguns dias atrás, quando já sabíamos que alguns colegas comerciantes não iriam conseguir manter suas atividades, encerrando suas lojas em caráter definitivo, o que ocorreu com estabelecimentos em nossa cidade nesta semana.

Aguardamos com ansiedade cada dia uma nova restrição, um novo decreto do Governo do Estado, que tem deixado nossa economia em frangalhos, nossos empresários em desespero, nossos empregados sem perspectivas. Estamos vivendo uma nova Guerra dos Farrapos, em que o inimigo, por incrível que pareça, é o Governo do Estado, que mesmo sabendo da grande probabilidade de haver um pico de disseminação do vírus no inverno, como está ocorrendo, fechou o Estado em meados de março, e agora vem alternando o fechamento de regiões a cada semana.

Nós, empresários da cidade de Dois Irmãos, estamos em farrapos, como nossos antepassados, que em lutas gloriosas buscavam também o direito de ver prosperar a economia. Só queremos o direito de trabalhar, de manter os empregos e fazer prosperar nossa cidade.

Estamos atendendo todas as medidas de higiene, como utilização de máscaras, luvas, cuidado intensivo na higienização de móveis e utensílios, com o controle do número de clientes atendidos nos estabelecimentos, disponibilização de álcool gel para clientes e funcionários e outros protocolos de prevenção adotados. Precisamos abrir os estabelecimentos, girar a economia, e colocar o pão de cada dia na mesa dos nossos colaboradores!!!