Conecte-se conosco

Coluna Estância Velha

Em Estância Velha, o momento é de resiliência e conscientização para enfrentar o vírus

Sinceramente, nunca imaginei que a minha geração fosse passar por uma pandemia. Estamos vivendo um momento que vai ser registrado nos livros de história, vocês já pensaram nisso? Estamos de quarentena, com nossos filhos em casa, sem aula, eventos sendo cancelados, e servidores da saúde se preparando para enfrentar o desconhecido. Todo o cuidado na minha opinião, não se trata de exagero, e sim prevenção. Não entremos em pânico, apenas vamos obedecer às novas regras de extremo cuidado, que estão sendo impostas a nós, por quem tem a obrigação de cuidar da sua população. O momento é de resiliência. E não adianta pegar seus filhos, suas malas e sair de viagem de férias. Fiquem em casa. Mesmo que você duvide do risco, respeite quem está colaborando. A sua irresponsabilidade pode contaminar muitas pessoas, disseminando o vírus. Minha família agradece.

SEM AULAS

Entendo a preocupação dos pais, que não foram dispensados dos seus trabalhos, e não tem onde deixar os filhos, com a paralisação das aulas, especialmente na educação infantil. Aliás, onde irão estas crianças? Para casa dos avós, principal grupo de risco, ou para as tias cuidadoras, onde estarão aglomerados da mesma forma, e expostos aos perigos do vírus. Situação bem delicada.

KERB

Por enquanto o Kerb está suspenso, ou adiado, mas, poderá ser cancelado definitivamente. A maior festa do município envolve muita coisa, muitas pessoas. Não será nada fácil tentar fazer a festa em outra data, assim como não será tarefa fácil, cancelar a festa. De qualquer forma, penso que por enquanto, o adiamento é necessário e prudente. Dentro de 15 dias a situação será reavaliada, e sai a decisão definitiva. Todos torcemos para que em 15 dias, a situação do vírus esteja controlada. Depende de todos nós.

GRINGO E DJANGO NO PTB

Maicon Schuh parece disposto a reforçar o PTB, para a próxima eleição. Foi confirmado esta semana, o ingresso no partido petebista, dos vereadores Gringo (ex-PT), e Django (ex-MDB). Eu fico com 50% de acerto. O Gringo já tinha cantado a pedra aqui, de que ele iria para o PTB. No caso do Django, apesar de cogitar a dúvida, eu ainda apostava que ele fosse para o PDT, até pela sua proximidade com o vereador Carlos Bonne (PDT). Cada um buscando a maior identificação com as suas ideias, seguimos rumo a eleição de outubro. A propósito, será que o Gringo mudou de ideia e vai concorrer a vereador, ou é mais um nome do PTB, para a majoritária. O partido já anunciou muitas vezes que terá candidato próprio, e os nomes mais cotados são o de Maicon Schuh, Airton Haag e Jacob Immig. Será que o Gringo entrou nesta lista? O presidente Maicon Schuh promete mais novidades e nomes de peso até o final do mês de março.