Conecte-se conosco

Panela de Pressão

Panela de Pressão: o relógio na entrada de Ivoti não funciona e foi retirado para manutenção

Prefeitos que antecederam a atual administração dizem que nunca aconteceu isso. No entanto, tem que se levar uma coisa em consideração. Chega uma hora em que o relógio tem que entrar em manutenção. Ele não dura a vida inteira como foi colocado lá. De qualquer forma o pórtico na entrada de Ivoti é um dos mais bonitos que existem pelo Brasil afora. Não é pouca coisa.

MÉDIA

Em Ivoti acontece um fenômeno interessante, mas tem tudo a ver com a realidade econômica local. O município se situa no meio da tabela quando o assunto é crescimento econômico. No ano passado gerou aproximadamente 300 empregos novos. Meia dúzia de municípios reduziu o número de vagas e outros tantos empregaram bem mais. Portanto, não está tão mal assim. Sinal de que há crescimento, pois se contrata mais do que se demite funcionários.

PROCURA

Só que, procura-se mais imóveis residenciais do que comerciais por várias razões. A principal delas é o fato de Ivoti ter virado uma cidade- dormitório por várias razões. Há mínima procura por instalar empresas novas aqui ou mesmo ampliação das que existem. Há relatos de saída de empresas devido a burocracia existente no município e até casos de má vontade no trato com os empreendedores. Mas tem um parênteses neste quesito. Nos últimos meses têm melhorado esta situação, o que me alegra muito. De qualquer maneira sabe-se porque as pessoas vêm morar aqui e não trabalhar. Porque não tem emprego qualificado disponível nos negócios aqui. Há vagas nos setores que empregam mão de obra desqualificada, mas não para mão de obra mais qualificada. Estes tem poder aquisitivo mais alto e trabalham fora. A fila na saída da cidade de manhã cedo é imensa. E entrando não.

CLORO

Ivoti cresce percentualmente mais do que muitos municípios em termos de população, que procura a cidade para morar. Há várias razões. Uma delas é o ar pacato que ainda temos e a proximidade com o grande mercado de trabalho, que é a grande Porto Alegre. Outra razão é a qualidade de vida, que inclui a água que se consome aqui. Ela é mineral e estamos livres de captá-la em rios poluídos como o Sinos e o Arroio Feitoria. Imaginem o poder de fogo do cloro que é utilizado para tirar as impurezas dessa água fétida. Tem que ser um produto muito poderoso e deve fazer mal a saúde. Limpa-se a água, que fica potável, mas e o poderoso produto que é usado para isso acaba-se ingerindo. Bebe-se cloro e água potável. Aqui também se usa cloro mas é em outras proporções e não seria necessário. Tínhamos inclusive que começar uma campanha para que consumamos a água mineral como vem da terra. O resto é frescura. Como regra geral vale, mas não no particular que é o caso de Ivoti.

MELHORIA

O próximo passo, pois novos moradores são bem-vindos à nossa cidade, é atrair mais empreendedores para que empregos de qualidade sejam criados aqui. A Prefeitura está se mexendo. Vários loteamentos foram liberados nos últimos meses. E a melhoria para a criação de negócios acontece, não no ritmo como deveria ser, mas está acontecendo. Que continue assim!