Ivoti é o próprio Brasil

Parece mentira, mas é verdade. Ao que tudo indica, o Loteamento Industrial da Colônia Japonesa vai sair do papel. Até agora um único prédio em construção dá o isolado sinal de vida na projetada área industrial. E a infraestrutura está pronta. Tem água, luz e ruas abertas. Agora a Prefeitura lançou edital de venda dos lotes, cuja licitação será no dia 16. Parece mentira por ironia, porque não é possível a primeira empresa num loteamento industrial em Ivoti sair do papel. Bem, aquela uma que em construção está com o prédio no acabamento. O prédio está quase pronto. Depois de 15 anos, vamos ter uma empresa funcionando num dos chamados distritos industriais, que são dois.

LEMBRANDO

Há 15 anos Arnaldo resolveu implantar um distrito industrial na 48 Alta num área plana e bonita. Botaram toda infraestrutura para o distrito industrial funcionar, terraplanagem, energia elétrica, ao lado da estrada perto do campo do União, a um quilômetro do asfalto. O distrito industrial tinha tudo para funcionar. Na inauguração, comprador de um dos lotes assinou na solenidade o compromisso de se instalar no distrito industrial. O investimento não foi pouco. A Prefeitura gastou um belo dinheiro na aquisição da área e na colocação da infraestrutura. 15 anos depois a área está virada em mato, todo o investimento em energia elétrica foi perdido porque roubaram todos os cabos, uma desolação total.

PORQUE?

Ninguém sabe porque o distrito industrial não deslanchou. Especula-se que foi por questões políticas, mas é mera especulação. Entre Arnaldo e Maria sempre teve estas tretas de um não dar continuidade nas obras do outro. A especulação é a seguinte: como Arnaldo fez o distrito industrial e o inaugurou no fim do mandato, Maria deixou a área agonizar. Tem um ditado que diz o seguinte: onde a política entra pela porta da frente a competência e qualquer tipo de racionalidade saem pela porta dos fundos. Com a política no meio, o resultado se sabe, é zero ou menos zero.

ABANDONADO

Oito anos depois de Maria assumir sucedendo ao próprio Arnaldo, o prefeito que implantou o distrito industrial da 48 Alta o deixou como estava, abandonado. E continua assim até hoje. Depois dele voltou Maria e tudo continuou como estava. Agora Martin assumiu e resolveu fazer alguma coisa. Está mexendo pelo menos no distrito industrial da 48 Alta. No entanto, não o suficiente para destravar a área. No meio disso tudo a Câmara aprovou uma vez um projeto para transformar a área em aviários. Na época o falecido Edio Klein disse que aviários davam um bom retorno para o município em retorno de impostos e que valia a pena a medida. Não sei a quantas anda o projeto dos aviários. Só sei que nenhum aviário nasceu ali e tudo está como estava no dia da inauguração, só com mais mato e nenhuma luz.

2019

Voltando a Prefeitura, Arnaldo se lançou a um novo distrito industrial, desta vez na colonia japonesa. Quando Maria assumiu ia parar tudo de novo. Depois que deixou a Prefeitura e Martin assumiu a área começou a andar e tem empresa se instalando e lotes sendo comprados por interessados. Parece que finalmente vamos ter o nosso distrito industrial funcionando depois de tantas idas e vindas. Ivoti não é uma ilha dentro do Brasil. Ivoti é o próprio Brasil.