Morro e Herval não deixariam de existir se esta ideia de acabar com municípios menores virasse lei

Esta ideia lançada de acabar com municípios pequenos vai dar o que falar. Aos que me perguntaram, eis a resposta: nem Morro Reuter e nem Herval correm risco.

No caso do Morro, nem é apenas porque tem mais de 5 mil habitantes, mas também por conta da receita. Morro tem 6.407 habitantes e arrecadação anual de quase 26 milhões, dos quais, R$ 3 milhões é próprio, ou seja, os R$ 3.315.804 de arrecadação local significa 12,79% do bolo. Está fora!

Já Herval tem 6.331 habitantes e receita de R$ 24 milhões, dos quais, R$ 1.985.881,03 é arrecadação local, ou seja, apenas 8,24% do orçamento total. Isso significa que se tivesse menos de 5 mil habitantes, o Teewald deixaria de existir

VINGARÁ?

Mas, antes disso, veja bem: O Teewald deixaria de ser município caso isso virasse lei, o que dificilmente vai ocorrer. Dificilmente esta Lei passará no Congresso, por uma série de motivos, os quais falaremos na segunda-feira.

CANDIDATOS

Se o número de pré-candidatos a prefeito e vice nunca foi tão grande na cidade, podemos dizer que o número de partidos também. Ontem divulgamos 15 nomes que, indiretamente, são especulados para prefeito ou vice. Mesmo que muitos destes negam. E, em relação ao número de partidos, talvez seja recorde o número de participantes na majoritária. Pelo menos, que almejam lançar candidato! Já chega a nove partidos o número de interessados em ter candidato a prefeito ou vice. Dos quais, quatro nem fundados estão! Mas isso é assunto para a semana que vem!

LIVRO

Quem gostou do caderno do aniversário de Dois Irmãos, da parte onde falamos que o navio Cecília supostamente não existiu, poderá ir até a Feira do Livro tirar suas dúvidas. E quem não gostou, também! Isso porque o patrono da feira, convidado pela Prefeitura, é o historiador Martin Dreher, que justamente joga por terra esta lenda. A história é verdadeira, mas o navio seria outro, não o Cecília. Inclusive, gostando ou não deste assunto, recomendamos sua visita à feira, que ocorre até domingo na praça, visto que Martin conduz uma palestra como ninguém. Vale a pena!

RÁPIDAS

– A coluna de ontem teve duas pegadinhas. Falaremos mais na semana que vem.
– Sérgio Kroetz avisa que a campanha de doação foi adiada e será destinada a outro paciente, uma vez que Giácomo não precisa mais. A nova data será divulgada em breve.
– Parabéns ao pessoal que foi à Alemanha, Áustria e Itália fazer visita técnica à cervejarias.
– Hoje inaugura uma nova opção em móveis sob-medida. A Kollina Móveis abrirá loja na travessa da Atiradores. Sucesso!
– Hoje ocorre o torneio organizado pelo Girardi e que vai trazer para cá as APAEs de várias cidades da região. Parabéns!
– Dia 23 tem a Festa Flash Back, com música dos anos 70, 80, 90 e 2000, no Centro Comunitário Jacob Feiten, no Rübenich. Ingresso antecipado a R$ 20.
– A mensagem positiva do dia é de Amelia Earhart, que foi a primeira mulher a fazer um vôo solo sobre o Atlântico, em 1928: “Quanto mais a pessoa faz, enxerga e sente, mais será capaz de fazer e mais autêntico poderá ser o seu modo de apreciar as coisas fundamentais”. E quais são as coisas fundamentais para você?