Conecte-se conosco

Destaques

Dakota Calçados demite mais de 100 funcionários devido ao coronavírus

09/04/2020 - 10h27min

Atualizada em 09/04/2020 - 10h41min

Funcionários foram surpreendidos com a notícia das demissões na Dakota (Créd.: Itabaiana Como Eu Vejo/Divulgação)

Simão Dias – A Dakota Calçados, que tem sua matriz em Nova Petrópolis, demitiu mais de 100 funcionários de sua unidade no município de Simão Dias, no Sergipe. A informação é do jornalista e radialista Edelson Freitas, da Rádio Tropical FM. Segundo ele, na terça-feira, 150 funcionários foram desligados da empresa. Ainda de acordo com Freitas, no início do ano, a Dakota havia feito a contratação de 100 pessoas para trabalhar na unidade do município.

Número é ainda maior

O prefeito de Simão Dias, Marival Santana, publicou um comunicado em sua página, informando que se reuniu com a gerente da unidade, Ilvete Dapper, e informou que no período de 20 de março a 7 de abril, foram demitidos 254 funcionários.

Dapper disse que as demissões foram inevitáveis pelo momento vivido devido ao surto de coronavírus Covid-19, e que só aconteceram quando a situação ficou insustentável. A representante disse que a empresa, em seus 42 anos, sempre manteve a tradição de não recontratar funcionários, mas que neste caso, quando a pandemia passar, a Dakota Calçados de Simão Dias se compromete a recontratar os funcionários demitidos neste período.

Em contato com nossa reportagem, Ilvete disse que não pode se pronunciar para veículos de fora de sua região, mas que todas as informações divulgadas pelo prefeito Marival Santana são verdadeiras.

O Diário questionou a Dakota Calçados sobre o risco do mesmo acontecer em Nova Petrópolis, mas até o fechamento desta matéria, não obtivemos retorno.