Conecte-se conosco

Destaques

 Ilsi Gassen Boll foi pauta do programa Globo Repórter em Dois Irmãos

Na Casa Natural, quando Ilsi Roweder Gassen Boll recebeu a placa de empresa parceira do Lions Clube Dois Irmãos Portal da Serra. (foto: Divulgação)

Dois Irmãos – Na manhã desta terça-feira, 25, Dois Irmãos se despediu de Ilsi Roweder Gassen Boll, de 67 anos, proprietária da Casa Natural de Dois Irmãos. O óbito aconteceu em Uberlândia, no estado de Minas Gerais. Devido ao translado do corpo, o velório em Dois Irmãos iniciou no final da tarde da segunda-feira, 24, na Capela Municipal.

Em agosto de 2010 a empresária Ilsi Roweder Gassen Boll participou de uma reportagem para o programa Globo Repórter, da Rede Globo. Na época o tema abordado foi a “Qualidade de Vida”, com foco no estresse. O programa foi exibido no dia 27 de agosto de 2010 enfatizando que na ocasião o “Brasil era o segundo país mais estressado do mundo” em que mostrava os brasileiros em 2º lugar no ranking, perdendo apenas para o Japão. E o trabalho foi apontado como umas das principais causas do mal que atinge o país. Na ocasião, Ilsi foi entrevistada pela jornalista Rosane Marchetti e contou um pouco de como fez para buscar uma melhor qualidade de vida.

Dois Irmãos terá nova campanha para ajudar bebê Lívia Teles

Confira a seguir um trecho da entrevista de Ilsi:

“A comerciante Ilsi Gassen Boll não teve dúvidas. Deixou para trás uma carreira de sucesso na área de informática que lhe proporcionava um alto salário e trocou tudo por uma vida mais simples, mas bem mais tranquila.

Ela conta que valeu a pena: “eu estava muito bem profissionalmente, mas minha vida particular não estava tão boa. Eu comecei a perceber que estava ficando doente, muito cansada, estressada. O sucesso profissional te absorve muito. Te deixa esquecer o que, na verdade para mim hoje, é o mais importante que é minha saúde, minha vida, minha felicidade, minha alegria”.

O novo negócio funciona na casinha charmosa do ano de 1923, onde a promessa para o cliente é de uma vida saudável, igual à da dona da casa. As mãos que antes digitavam sem parar, hoje, na cozinha, cortam verduras e legumes. Quem diria que alguém no auge de uma carreira resolveria largar tudo começar do zero em uma virada radical?

“Resolvi mudar, parei com tudo que eu estava fazendo. Parei algum tempo e foram surgindo novas propostas, novas possibilidades e então surgiu a ideia de trabalhar com alimentação natural”, conta a comerciante.

Ilsi montou uma loja de produtos naturais. Aí veio o restaurante, depois comprou um sítio para produzir os alimentos que serve. “A gente aprendeu que temos que ficar dentro do nosso limite. O objetivo principal é o nosso bem-estar”, diz Ilsi. Ela é destinada a ter sucesso no que faz. A diferença é que hoje em dia sabe quando deve parar.”

Morre Ivo Meinhardt, ex-presidente do Clube União de Dois Irmãos