Luan em treino com a equipe. (Foto: Lucas Uebel).

O atacante Luan de titular e melhor da América em 2017, passou a reserva e jogador de confiança para mudar uma partida a partir do banco de reservas, porém na derrota para o Palmeiras, na última terça-feira, 20, pelas quartas de final da Libertadores, isso não ocorreu. Renato Gaúcho preferiu não usá-lo.

Desde a volta da parada para a Copa América, foi a segunda vez que Luan não saiu do banco de reservas nos 12 jogos disputados pelo Grêmio. A outra partida foi também pela Libertadores, na vitória por 2 a 0 sobre o Libertad, na Arena.

Os dois jogos têm algo em comum: Renato precisou queimar uma substituição. Contra os paraguaios, Geromel foi expulso e forçou a recomposição da defesa. Na terça, Cortez saiu machucado para a entrada de Juninho Capixaba. No entanto, as trocas seguintes deixaram claro que Luan não é mais a primeira opção de Renato. E fizeram a torcida se questionar: o que aconteceu com o antigo ídolo?

Infelizmente tive que queimar uma substituição no primeiro tempo. Coloquei o Tardelli, que está recuperando seu futebol. E coloquei o Luciano porque é um jogador que chuta. Pode jogar por dentro e por fora. Se pudesse, faria tudo de novo da mesma forma que fiz”, justificou Renato após a partida.

Atalanta de olho
Em baixa no Grêmio, Luan tem tem chance de recomeçar longe de Porto Alegre. O Atalanta, da Itália, acompanha de perto sua situação, fez contatos com o estafe do atacante e tem interesse em contratá-lo. A situação ainda não avançou com o Grêmio, mas a possibilidade de saída não pode ser descartada até o dia 2 de setembro, quando se encerra o período para contratações no país.