A Conmebol liberou publicamente, no YouTube, a conversa entre o árbitro da partida do Internacional contra o Flamengo, na quarta-feira, 21, e o árbitro de vídeo (VAR). O jogo foi no Maracanã, no Rio de Janeiro.

O lance polêmico em questão se referia a um possível toque de mão do atleta Rodrigo Caio, do Flamengo, no final da partida, em lance com o colorado Guerrero. O árbitro principal, o chileno Roberto Tobar, não marcou penalidade no lance, favorável ao Inter. O material liberado ao público mostra a revisão completa, bem como as mesmas imagens consultadas pelo VAR durante a tomada de decisão.

O árbitro de vídeo, o também chileno Julio Bascuñan, diz que a bola bate primeiro na perna de Rodrigo, mas que há um “movimento adicional”, e pede a revisão. Tobar, ao consultar o vídeo, decide rapidamente que não há pênalti.

Também foi liberado outro lance, da partida entre River Plate x Cerro Porteño. A entidade diz que, a partir de agora, irá liberar ao público todas as conversas em consultas a lances na Libertadores. O Inter foi derrotado na partida por 2×0, e precisa vencer por mais de dois gols de diferença na volta das quartas de final para se classificar à próxima fase da competição continental.