O estupro aconteceu dentro de carro com mulher desacordada. (Foto: Polícia Civil)


Porto Alegre
– O segundo suspeito de envolvimento no estupro de uma mulher desacordada na Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, em Porto Alegre, na madrugada de 27 de maio, foi preso preventivamente pela Polícia Civil nesta terça-feira, 18. Ele foi detido na Avenida AJ Renner, no bairro Humaitá.

Assim como o primeiro suspeito de envolvimento no caso — detido desde 2 de junho —, Fabrício Soares da Silva, 34 anos, foi preso pelo crime de estupro de vulnerável. Até então, ele estava sendo indiciado apenas pelo furto qualificado de cervejas no carro onde estava a vítima e um outro homem. No entanto, um laudo pericial que chegou à polícia na sexta-feira, 14, comprovou que o material genético encontrado no cobertor da mulher era compatível com o dele.

Segundo a delegada Tatiana Bastos, a partir do relato de testemunhas e pela análise dos vídeos, havia a desconfiança da participação dele também no estupro, o que acabou sendo comprovado pela perícia. O celular dele foi apreendido também e poderá ser indiciado por divulgação de cena de estupro, caso ele tenha divulgado imagens e vídeos.

Em depoimento à polícia, o homem confessou que furtou as cervejas do carro, mas negou o estupro.

Créditos: GaúchaZH