Caxias do Sul – Dois homens procuraram a Polícia Civil de Caxias do Sul, na tarde desta segunda-feira (09), com poucas horas de diferença, para relatar o mesmo crime: tentativa de extorsão depois de trocar fotos íntimas com uma mulher por um aplicativos de conversas. O crime tem sido comum na região, envolvendo principalmente homens.

No primeiro caso, registrado às 13h52min, por um homem de 41 anos, ele contou à policia que conheceu uma mulher em uma rede social na último dia 05, e que após, trocaram o número de telefone, e passaram a conversar por um aplicativo de mensagens.

O empresário conta ainda que, após algumas conversas, passaram a trocar fotos íntimas. Ainda conforme relato à polícia, na manhã da segunda, por volta das 11h30min, um homem entrou em contato com ele e alegou que a mulher seria uma adolescente com menos de 18 anos, portanto, menor de idade.

O homem que o contatou teria ainda exigido R$ 5.800 para não denunciar o empresário à polícia.  Ele bloqueou o número do telefone que o contatou, e em seguida outro número teria entrado em contato, via aplicativo de mensagem, mas ele não atendeu a ligação. O homem não efetuou nenhuma transferência ou depósito.

Na segunda ocorrência, registrada às 15h44min, um homem de 70 anos, relatou à polícia que trocou fotos íntimas com uma pessoa por um aplicativo de mensagens. O idoso contou que depois de enviar as fotos foi procurado, por volta do meio-dia da segunda, por outra pessoa que pediu dinheiro para não divulgar as fotos do aposentado para os familiares dele, por meio de uma rede social. Ele não efetuo o pagamento.

Outros casos semelhantes tem sido registrados em Caxias, sempre com características similares e o mesmo propósito: obter vantagem financeira a partir de ameaças. A orientação da Polícia Civil é que em casos como esse as vítima não depositem nenhuma quantia e procurem a delegacia para registrar a ocorrência. A polícia orienta ainda que as pessoas tenham cuidado nas redes sociais e mantenha atenção redobrada ao adicionar desconhecidos.

Polícia Civil identificou autor de diversas extorsões

A Polícia Civil de Canela identificou no último mês, o autor de diversas extorsões a homens após eles terem trocado fotos íntimas com uma suposta jovem ou mulher em aplicativo de conversa por mensagens. O crime era cometido por um homem que está preso Montenegro, de acordo com a Seção de Investigação da Delegacia de Polícia. Mesmo preso, e longe da Serra, ele praticava os golpes e lucrava elevados valores com a prática dos crimes, sendo que os depósitos recebidos após a extorsão das vítimas eram diários.

Na ocasião, o delegado Vladimir Medeiros orientou que, ao usar as redes sociais, tanto homens quanto mulheres evitem a troca de mensagens com conteúdo de nudez com recém-conhecidos para evitar constrangimentos e extorsões.

Fonte: Pioneiro