Transporte será fornecido para alunos que estudam nas escolas mais próximas de suas residências (Créd.: Dário Gonçalves)

Nova Petrópolis – A Câmara de Vereadores aprovou na última sessão, o projeto de lei do Executivo que tira a obrigatoriedade do Município em fornecer transporte escolar, para alunos que optam por estudar em escolas mais longes de sua residência.

O programa de transporte, como está em vigor, obriga que todo estudante tenha direito ao transporte como parte de sua vaga escolar. Porém, a Prefeitura entende que não é razoável prover transporte àqueles que optam por matricular-se em escolas mais distantes, quando há vagas disponíveis em locais próximos de suas residências.

A justificativa é que, se o Município assegura a vaga e o transporte para o local mais próximo, e o aluno, por questões particulares, opta por ir a outra escola, não é justo que isso cause despesas adicionais ao município e a toda a coletividade.

Dessa forma, o projeto pretende otimizar o sistema de transporte escolar, que faz uma média de 3 mil quilômetros por dia em Nova Petrópolis. Ao todo, o município tem 735 crianças matriculadas em escolas estaduais e 975 em municipais. O custo do transporte da rede estadual é 30% maior com relação aos estudantes do município.

Custo é maior para alunos da rede estadual (Créd.: Dário Gonçalves)