Ivoti ainda não recebeu comunicado sobre a saída de médicos cubanos

Ivoti – A Administração até ontem, 19, não recebeu nenhum comunicado oficial, seja de Cuba ou do Governo Federal, sobre a saída das três médicas que atendem no município. De acordo com o que está sendo veiculando na imprensa, os profissionais teriam até o mês que vem para deixarem o Brasil.

E foi justamente através da imprensa que a secretária de saúde de Ivoti, Clarice da Silva, ficou sabendo sobre do rompimento de Cuba para com o Programa Mais Médicos. “O que a gente sabe e o que foi falado e publicado, é que a saída deverá ocorrer até o dia 25 de dezembro. Mas, nós como gestão e município, não temos um documento oficial que chegou até a secretária dizendo sobre a saída dos profissionais”, diz a titular da pasta.

O município possui três médicas que atendem nas Unidades Básicas de Saúde, atendendo a pacientes quatro vezes por semana. O que de acordo com a Secretaria da Saúde gera de 800 a 1.200 atendimentos por mês.