Museu da Pousada Verde Paraíso resgata aspectos da vida rural no passado (créditos: Francis Jonas Limberger)

Máquinas e ferramentas que os agricultores utilizavam há 100 anos é o motivo principal do museu que funciona junto à Pousada Verde Paraíso, na estrada de Nove Colônias. O acervo está abrigado em uma construção de madeira que originalmente funcionava como estrebaria (algumas das peças de ferro que serviam para prender as vacas ainda estão preservadas).

Diva Hillebrand recebe os visitantes e, apontando para as peças, conta detalhes de como ela e demais familiares trabalhavam duro na agricultura de décadas atrás. Uma carreta de madeira servia para transportar pedras retiradas das lavouras. As taipas de pedras resultantes desta limpeza ainda podem ser vistas das janelas do museu.

Mas o que emociona mesmo é pequeno setor em que está contada a história da família. Em especial, a separação do casal Maria Anna e Jahnel, tataravós de Diva. Em 1878, Eduard e o filho Henrich vieram para o Brasil. Maria Anna e os outros três filhos (Marie, Frans e Josef) ficaram na atual República Tcheca.

Nunca mais se viram. Só trocaram cartas, algumas expostas no museu. Numa delas, com tradução, a mãe fala ao filho da saudade após décadas de separação. “Isto ainda me dá ânimo para viver, se eu leio de novo as cartas e olho as fotos” e “eu sempre me desejo ao menos uma vez falar pessoalmente, mas isto nunca, só na eternidade” são frases que integram a triste carta.

Para visitar
Dentro do Roteiro Rural Alemães do Sul, a Pousada Verde Paraíso é a responsável por servir um café colonial aos visitantes, oportunidade em que é possível conferir as atrações do museu. Para fazer uma visita exclusiva ao empreendimento, o contato pode ser feito pelos telefones (54) 3298-8008 ou (54) 8411-0353.

Clique aqui e confirma informações sobre os demais museus de Nova Petrópolis.