Jonathan junto aos barris da produção que será comercializada na Kartoffel (foto: Mauri Marcelo Toni Dandel)

Santa Maria do Herval – A Kartoffelfest deste ano terá uma novidade artesanalmente produzida: cerveja produzida em Herval. É a Wig´s Craft Beer, estilo Teewald Blond, que estará a venda no espaço da cerveja artesanal da Kartoffelfest, que será realizada de 10 a 19 de maio, com chope Schin no lonão principal.
A produção está sendo feita em uma cervejaria terceirizada, em Campo Bom, mas a receita foi criada em Herval, bem como os aprimoramentos em cima de cada uma das receitas dos sete estilos de cerveja artesanal criados. Sendo assim, se o município ainda não tem a primeira cervejaria, tem a primeira cerveja e o primeiro cervejeiro, que é Jonathan Seger. E ele já pensa alto: “As receitas foram criadas aqui no Herval e nossa projeção para o futuro é, sim, construir uma micro cervejaria aqui”.
Tudo começou há quatro anos, quando Jonathan resolveu produzir cerveja em casa, a chamada “cerveja de panela”. Ele começou como passatempo, apenas para consumo da família. Ele fazia brassagem (um dos processos da produção) a cada dois meses, e a produção era de 20 a 40 litros, sempre estocadas em garrafas.
No final de 2016, a cerveja criada por Jonathan caiu no gosto de um dos tios (que hoje é sócio), o qual insistiu para que a produção fosse maior, voltada a venda. “Meu tio acabou gostando e sugeriu transformar em negócio, então, passamos a fazer esta mesma quantidade todos os meses”, explica.

FACULDADE
“O que a gente não consumia em família, passamos a ceder para amigos”, lembra, destacando que, inicialmente, a cerveja era consumida somente em Herval, mas partir de 2017, colegas da faculdade também passaram a virar clientes. “Um colega comprou 80 litros para uma festinha, aí foram mais 50 aqui, 30 lá…”, comenta, ressaltando que nos eventos da turma da faculdade, pessoal foi gostando e foram aumentando os pedidos: “Aí a gente começou investir um pouco mais, comprar mais barris, mais insumos para conseguir valor um pouco melhor e pensar em ‘virar negócio’ mesmo”.
Então, na metade de 2018, ele e seu tio (e sócio) foram atrás de parcerias para fabricar as receitas em outras cervejarias, que aceitam a modalidade de “cervejeiro cigano”, que é o caso da Wigg´s, conforme registro nos órgãos públicos: “Inicialmente, fizemos duas produções de 500 litros em uma cervejaria, então, começamos a encaminhar para fazer o registro e buscar mais parcerias”.

WIG´S NA FESTA DA BATATA
Com a papelada em ordem, o foco agora é a Kartoffelfest, onde a Wig´s terá estande com três estilos a disposição dos visitantes e também na Confraria da Kartoffel, dia 16, voltada aos apreciadores de cervejas artesanais?: “Vamos colocar três estilos na Festa da Batata: lager, que é o carro-chefe, e, como maio é mais friozinho, teremos uma stout, e a Apa, que desenvolvemos especialmente para a festa”. Além disso, a busca é para que possa também oferecer a Wig´s em garrafas e latas, para o visitante que quiser levar para casa, bem como kits, camisetas, bonés e copos personalizados. Por fim, Jonathan convida a todos para visitar a Kartoffel e conhecer a Wig´s Craft Beer.