Morro Reuter – Há pouco mais de um mês, Jacinta Sauter viu o fogo destruir sua residência. As chamas colocaram abaixo sua casa, que traziam décadas de história e abrigavam sua família. Não sobrou nada. Todos ficaram apenas com a roupa do corpo. No meio de tanta perda, a vida, o principal, estava preservada. O marido e filhos estavam ilesos. Apesar do desespero de perder os bens que tanto batalharam a vida toda para adquirir, Jacinta se manteve com força e sua fé foi fortalecida. “Inicialmente, foi desesperador. Fui avisada que o incêndio tinha destruído minha casa por telefone e, quando cheguei, a cena era horrível. Lembro de cada detalhe: fogo, paredes caindo, bombeiros…”, recorda. No entanto, no meio de um momento tão difícil, a mobilização da comunidade em ajudar a família a se reerguer foi algo que motivou e trouxe ainda mais força para Jacinta e a família. Há muitos anos, Jacinta atua como voluntária da Comunidade Católica e também é uma pessoa bastante conhecida na cidade. Desde o dia do incêndio, a família já recebeu muita ajuda, com doações de roupas, móveis, materiais de construção e quantias em dinheiro. Até o momento, o que foi conseguido, irá permitir iniciar a reconstrução da casa, com a fundação e erguer as paredes.

Nos dois últimos finais de semana, também foram organizados dois brechós com a venda de roupas infantis e adultas doadas e todo dinheiro arrecadado será revertido para a construção. “Fico sem palavras com tanta ajuda recebida. Foi muito difícil perder tudo, mas também está sendo um momento especial receber tamanha ajuda e apoio da comunidade. Sempre digo: quando a gente faz o bem, um dia ele retorna. Nunca fiz algo pensando em receber algo em troca, mas a vida sempre se encarrega das coisas”, disse ela, enquanto ajudava no brechó que ocorreu nesta sexta-feira à noite, no Salão Paroquial.

COMO SEGUIR AJUDANDO

Quem quiser ajuda com a doação de qualquer quantia em dinheiro, a conta para depósito é Sicredi/ AG 0101 /Conta Corrente 52152-3 / CPF 02189164001 / Leonardo Sauter (filho da Jacinta).

Quem quiser ajudar de outra forma, pode entrar em contato com Leonardo pelo fone (51) 99758-4039.