Freitas - PP, pediu urgência que foi negada (Foto: Gian Wagner)

Nova Petrópolis – A Câmara de Vereadores de Nova Petrópolis reprovou o pedido de urgência com seis votos contrários ao projeto de lei 040/2019, que abre crédito especial na Lei das Diretrizes Orçamentárias e anexo 1 da Lei do Plurianual, projeto esse necessário para dar andamento ao empréstimo de até R$ 14 milhões (que se tornará uma dívida de R$ 22,3 milhões) junto à Caixa Econômica Federal, que está com a assinatura do prefeito Regis Hahn suspensa após liminar concedida pela Justiça na semana passada.

Seis de Maio vence e é vice-líder do Bolão Feminino de Nova Petrópolis

A Prefeitura encaminhou o projeto de adequação à Câmara e o vereador Oraci de Freitas (PP) pediu urgência na votação do projeto. “É importante para dar continuidade a segunda etapa do empréstimo”, disse o vereador. A maioria dos vereadores entendeu que o projeto não deveria ter regime de urgência, pois ainda há uma liminar que impede a assinatura do contrato junto à Caixa.