Morro Reuter – Realizou nessa quarta-feira (4/12), um encontro com os profissionais da saúde da Secretaria de Saúde, Assistência Social e Meio Ambiente, e também com a prefeita Carla Chamorro, sobre o Art. 1º da Portaria 2.979, de 12 de novembro de 2019, na qual o Ministério da Saúde Institui o Programa Previne Brasil, que estabelece novo modelo de financiamento de custeio da Atenção Primária à Saúde. Na ocasião, o representante da região 7 do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do RS (Cosems/RS), Mário Vieira Marques Neto falou sobre as mudanças, que entram em vigor em 1º de janeiro.

Continuam presos arrombadores flagrados em Dois Irmãos

Mário explicou que a portaria altera os repasses do financiamento da atenção básica em saúde. Com isso os repasses, que hoje são fixos, a partir de 1º de janeiro, serão por produção. Para isso o Ministério definiu sete indicadores que deverão ser trabalhados pelos municípios e, em setembro, serão avaliados.

Programação do Natal Encantado de Morro Reuter

“Os repasses serão por produção, inicialmente, teremos 7 indicadores, definidos pelo Mistério da Saúde que nortearão o planejamento e as atividades, que atendem desde a saúde da mulher, pré natal, doenças crônicas e saúde da criança, entre outras” destaca a secretária da Saúde, Assistência Social e Meio Ambiente, Ana Cláudia Menna Barreto. “Essa mudança representará um ganho para a comunidade, pois haverá um planejamento específico para cada atividade e a possibilidade de avaliações mensais, seguindo as metas do Ministério da Saúde”, enfatiza a secretária.