Morro Reuter – Na semana passada, os moradores da localidade de Walachai ficaram 44 horas sem energia elétrica. Eles relataram a situação ao Diário e, entre os apontamentos, destacaram que solicitaram melhorias na rede para a empresa responsável, dentre as quais as podas de árvores que estaria encostando na rede.

A reportagem do Diário entrou em contato com a RGE na semana passada e, na tarde dessa segunda-feira, a empresa respondeu em nota:

A RGE informa que a rede de baixa tensão que alimenta este cliente tem
cabeamento isolado podendo conviver com a vegetação local. A distribuidora
ressalta que não há  registros de queda de energia no local causada por
vegetação. Mesmo assim, a concessionária vai programar podas para novembro
nesta rede. Já na rede de média tensão a RGE está realizando podas em toda
comunidade.

Além disso, na nota, a empresa ainda explicou como funciona o processo de podas:

A RGE somente executa podas de livramento dos ramos/galhos das árvores no
meio urbano em situações que estes estão em interferência direta à rede
elétrica. Elas somente são realizadas nas situações em que a arborização
ofereça riscos iminentes à integridade do sistema elétrico e/ou a
interrupção do fornecimento de energia elétrica e segurança da população. As
podas realizadas pela RGE e empresas contratadas seguem critérios técnicos,
visando o menor impacto visual e ambiental possíveis. As equipes são
devidamente treinadas e capacitadas, o ferramental utilizado é o mais
adequado para atividade e, além disso, existem os devidos licenciamentos
ambientais perante os órgãos competentes. De forma prática, as podas
realizadas pela RGE seguem as diretrizes da NBR 16246-1 da ABNT.