Crédito: Fábio Guinalz/Estadão

A perda do apresentador Gugu Liberato, causou uma grande comoção. Aos 60 anos de idade, ele marcou época principalmente no comando de programas de auditório. A tristeza que atingiu, além da família e amigos, uma legião de fãs de seu trabalho, se tornará uma nova esperança de vida e felicidade para muitas pessoas que serão beneficiadas com a doação de seus órgãos.

Essa seria uma vontade do próprio jornalista, atendida por seus familiares após o seu falecimento, que autorizaram o procedimento. A doação de seus órgãos deve ser direcionada para cerca de 50 pessoas que aguardam por transplante.

Graças à tecnologia, pelo procedimento ser feito nos Estados Unidos, o aproveitamento da doação será ainda maior. É possível utilizar córnea, pele, ossos, entre outros, sendo possível doar órgãos que não seriam utilizados caso ocorresse no Brasil.

“Atendendo a uma vontade dele, a família autorizou a doação de todos os órgãos. Gugu sempre refletiu sobre os verdadeiros valores da vida e o quão frágil ela se revela. Sua partida nos deixa sem chão, mas reforça nossa certeza de que ele viveu plenamente”, informou nota divulgada pela assessoria de Gugu.