Jessé Lopes é Deputado Estadual em Santa Catarina (Créd.: Divulgação)

Santa Catarina – O Deputado Estadual Jessé Lopes (PSL), de Santa Catarina, fez uma crítica em sua rede social sobre o movimento “Não é Não!”, de combate ao assédio à mulheres, e causou polêmica.

Segundo ele, o movimento feminista é político-partidário, e por isso nunca irá terminar. “É igual ao MST, sempre ganham terras, mas estão sempre sem terras. A postagem ainda diz “Não sejamos hipócritas! Quem, seja homem ou mulher, não gosta de ser “assediado(a)”??Massageia o ego, mesmo que não se tenha interesse na pessoa que tomou a atitude”.

A postagem feita na manhã de sábado, 11, conta com mais de dois mil comentários entre mensagens de apoio e críticas. O deputado, inclusive, respondeu diversos comentários chamando mulheres de “feministas intolerantes” e dizendo que se a mulher não quiser ser assediada, deve usar o adesivo “Não é Não!”.

Postagem feita pelo deputado em seu perfil