Ondulações estão presentes em trecho da via . (Foto: Felipe Faleiro).

Lindolfo Collor – Moradores e comerciantes do entorno da Estrada Geral 14 Colônias estão preocupados com o estado do asfalto da via. O trecho mais comprometido fica logo após o início, na 48 Baixa, próximo à Creche Gente Miúda.

Dois locais principais requerem atenção. No primeiro deles, a 50 metros do trevo de acesso à Estrada Geral 48 Baixa, o asfalto está cedendo. Mais adiante, há ondulações na lateral da pista. A preocupação decorre do fato de que há intenso trânsito de veículos pesados, que utilizam a via como ligação entre municípios da região.

Ela é também o principal caminho para locais como a Central de Triagem, além de propriedades e indústrias sediadas ao longo da estrada. Em determinados pontos, há ainda remendos com concreto no lugar do asfalto. A situação é diferente, por exemplo, de outra via próxima.

Conforme o prefeito Wiliam Winck e o secretário de Obras, Valderi Klein, recentemente foi refeita a pavimentação da Estrada Geral para São José do Hortêncio. “No inverno não podemos mexer muito nas estradas, pois a cada ocorrência de chuva, o asfalto recém-colocado acaba saindo. Mas estamos mantendo em dia”, diz Valderi.

Wiliam afirma que o início da Estrada 14 Colônias precisa de um tratamento asfáltico especial. “O solo é úmido, então é necessário retirar o asfalto ali. Há um problema de base. Temos que tirar tudo, escavar novamente e colocar o rachão, para daí fazer a pavimentação”, comenta o prefeito. Porém, ao menos por enquanto, não há prazo para este trabalho ser realizado.