Plenário lotou para acompanhar a fala de Martina e Gordinho (Crédito: Cândido Nascimento)

Lindolfo Collor– A ex-secretária de Educação Martina Presser lamentou o corte da merenda escolar, em recente ida à Câmara de Vereadores. Martina, que foi demitida pelo prefeito Wiliam Winck (P), esteve no Legislativo na companhia do presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gilmar de Quadro.

Martina Presser, fez um desabafo na Câmara e disse que, para chegar aos R$ 400 mil poupados na Secretaria de Educação no ano passado, houve corte até na merenda escolar. Inclusive a mamadeira das crianças das creches foi diminuída. “Reduzimos a merenda e acho isso uma coisa muito triste”, afirmou a ex-secretária. Ela explicou que foi eliminado do cardápio desde salsichas, coxinha da asa de frango, frutas variadas e o suco de uva. Ela lamentou também a diminuição do vale-livro de R$ 20 para R$ 10.

Gilmar (Gordinho) comentou que tirar Martina é tirar o PT do governo. Segundo ele, o corte deveria ser em todas as secretarias. “Não quero ser chamado só para ir a uma festa, mas quero trabalhar pela minha população”. Ele citou que foram conseguidas emendas pelo partido junto ao deputado federal Bohn Gass, e que sai do governo de cabeça erguida.