Sessão da Câmara de Vereadores esteve lotada.(foto: Jonas Soares)

Lindolfo Collor – A noite desta quarta-feira, 21, foi de sessão lotada na Câmara de Vereadores do município. A comunidade, apoiadores, CCs e partidários estiveram presentes para apoiar o prefeito Wiliam Winck que sofre um processo de impeachment.

Durante a sessão o presidente da Câmara Márcio Cardoso, em sua palavra declarou sua posição em relação ao processo. “Se eu pudesse me desfiliaria hoje do partido (MDB), não concordo com o que está sendo feito aqui”.afirma Cardoso.

O prefeito Wiliam Winck que estava presente disse a nossa reportagem que é um momento ímpar na política do município, que não precisaria estar passando por isso. Porém ficou muito feliz com o apoio da comunidade. “Isso demonstra que nosso trabalho é transparente é coerente, e a população acredita”. declara Winck.

SOBRE A DENÚNCIA
Na noite de quarta-feira, dia 7 de agosto, os partidos MDB, PTB, PRB E PT entraram com um pedido de impeachment do prefeito Wiliam. Eles alegam dois problemas: atos de improbidade administrativa em razão do não repasse integral do duodécimo e também o apontamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE), onde a despesa com o pessoal está em 60,09%.