Reforma da previdência será apreciada pelo Senado (Créditos: Reprodução)

A Reforma da Previdência entra em sua última etapa nesta terça-feira (23), com a votação em 2º turno no Senado.

Para ser aprovada, serão necessários pelo menos 49 votos dos Senadores. Nessa etapa não é mais possível  ser alterado o texto, mas podem ser retirados trechos por meio dos destaques.

Caso seja aprovada hoje, a proposta seguirá para promulgação, uma etapa protocolar em que deputados e senadores, juntos, publicam a medida que vira lei.

Como vai funcionar:

A fase de discussões inciou por volta das 16h30 da tarde. Nesta primeira fase, senadores se inscrevem para falar. Não há limite de inscrições. Encerrada esta etapa, vota-se o texto-base da reforma. Se for aprovado, os parlamentares analisam os destaques, que são propostas para derrubar trechos da reforma. Nesta etapa não é possível alterar o texto, apenas retirar partes dele.