Wiliam Winck teve o mandato de prefeito cassado pela Câmara de Vereadores (Créditos: Ana Veiga)

Lindolfo Collor – Os advogados de defesa do ex-prefeito Wiliam Winck seguem na busca para que ele retome o cargo. Nesta semana, uma antecipação de tutela foi protocolada para tentar reverter a situação. Desta vez, recorreram ao Tribunal de Justiça.

O advogado Vanir de Mattos solicitou, com urgência, a suspensão do decreto legislativo que deu posse ao novo prefeito Gilmar de Quadro. “Quanto mais tempo perdurar o mandato temporário do atual ocupante da chefia do Poder Executivo, maiores serão os prejuízos ao município de Lindolfo Collor em virtude da interrupção dos trabalhos iniciados e em andamento pelo então prefeito Wiliam Winck”, conta no processo protocolado.

Porém, na tarde desta quinta-feira, foi indeferido o pedido de antecipação de tutela, ou seja, negada a urgência em suspender o decreto e recolocar Winck no cargo.