O traficante mexicano 'El Chapo' é escoltado na chegada ao aeroporto de Long Island, nos EUA, após ser deportado — Foto: Reuters

O narcotraficante mexicano Joaquin “El Chapo” Guzmán foi condenado, nesta terça-feira, à prisão perpétua pelos dez crimes pelos quais foi acusado de liderar um império criminoso que traficou toneladas de drogas para os Estados Unidos.

Após o veredicto lido pelo juiz Brian Cogan, na corte federal do Brooklyn, o ex-chefe do cartel de Sinaloa, de 61 anos, cumprimentou sua jovem esposa Emma Coronel. Coronel, de 29 anos, levantou o polegar da mão direita, cruzou as mãos no peito e beijou-o antes que os policiais retirassem El Chapo rapidamente da sala.