Conecte-se conosco

Estado

Com morte na região, casos de feminicídio triplicam no Estado

Estado – Os números divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul mostram uma diminuição de crimes como latrocínio e homicídio. Porém, um dado registrou um aumento de 233,33%: os casos de feminicídio. Isso traz um alerta para o combate da violência contra a mulher.

Em janeiro de 2020, foram registradas 10 assassinatos de mulheres por questões de gênero. Na região, neste mesmo mês, um dos casos aconteceu em Nova Petrópolis.  Rosane Marlise Birk Grorh, de 37 anos, foi morta pelo ex-marido com golpes de faca. Ele cometeu suicídio após o crime.

Os demais crimes ocorreram em Erechim, Parobé, São Leopoldo, Campo Bom, Canela, Torres, Venâncio Aires e dois em Porto Alegre.  No ano passado, em janeiro, o Estado registrou três casos de feminicídio.

MAIS DADOS

Nos outros quatro indicadores de violência contra mulher, o cenário foi positivo. As tentativas de feminicídios caíram de 44 para 32 (-27,3%), os estupros reduziram de 184 para 134 (-27,2%), as ameaças diminuíram de 3.765 para 3.359, e as ocorrências de lesão corporal passaram de 2.116 para 2.083 (-1,6%).