Conecte-se conosco

Estado

Polícia não descarta que bebê de três meses morto tenha sofrido abuso sexual

O bebê de apenas três meses que morreu nesta segunda-feira (23) com suspeita de espancamento, em Gravataí, pode ter sofrido abuso sexual. A criança apresentava diversos hematomas pelo corpo, incluindo nos braços e na barriga. As marcas, de acordo com a polícia, foram causadas pelas mãos e seriam típicas de quem havia sido esganada com.

De acordo com o delegado Eduardo do Amaral, as investigações vão esclarecer os fatos, mas há indícios em uma lesão sofrida pelo bebê, compatível com a de tentativa de abuso sexual.

Em depoimento, o pai da criança, que tem 22 anos, afirmou que o bebê havia caído do carrinho. A mãe também foi levada para prestar esclarecimentos. O caso inicialmente seria conduzido pela Delegacia de Homicídios, mas passará, agora, para ser investigado pela Delegacia da Mulher de Gravataí.

Fonte: Giro de Gravataí