Conecte-se conosco

Estado - País - Mundo

Força-tarefa fecha mercado e recolhe uma tonelada de alimentos impróprios em Torres

TEXTO: MINISTÉRIO PÚBLICO

Torres – Em operação da Força-Tarefa do Programa Segurança Alimentar, realizada nesta terça-feira, 18 de fevereiro, um estabelecimento foi interditado e outros três foram autuados nos municípios de Torres e Arroio do Sal, no Litoral Norte. Um total de 1,4 toneladas de alimentos impróprios para o consumo foi recolhido.

O Supermercado Nutripão foi interditado pelas más condições de higiene, incluindo a presença de ratoeira junto ao depósito, baratas e sapo. No local, 1,090 tonelada de produtos foi apreendida, principalmente de origem animal. O Supermercado Nacional teve a padaria interditada por questões de higiene. O Mercado La Família, na Praia de Itapeva, teve em torno de 20 quilos de produtos vencidos apreendidos. No Balneário Pérola, em Arroio do Sal, em uma residência, sem alvará, eram comercializados de forma irregular produtos alimentares e pescados. Mais de 200 quilos de peixes foram recolhidos. A equipe não encontrou nenhum problema no Hotel Bolzan, no mesmo município.

O coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco – Segurança Alimentar), promotor de Justiça Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, destacou que, apesar das irregularidades verificadas, notou-se uma melhoria nos estabelecimentos visitados em relação a operações anteriores. “Isso demonstra uma mudança de cultura”, afirmou.

Também participaram da operação, os promotores de Justiça Mauro Rockenbach, do Gaeco – Segurança Alimentar, e Márcio Roberto Silva de Carvalho, da Promotoria de Justiça de Torres, e representantes da Patram, Secretaria Estadual da Agricultura, Secretaria Estadual da Saúde e Vigilância Sanitária de Torres.