Situação precária de rua e escadaria é apresentada na Câmara

Nova Petrópolis – Fotos e um vídeo (confira abaixo) sobre a situação precária da estrada que liga Linha Brasil Fundos a Linha Pirajá Baixa e a escadaria do bairro Pousada da Neve tiveram repercussão depois que os temas foram levados à Câmara de Vereadores. Eles chegaram ao Legislativo através de pedidos de providências apresentados por Rodrigo Santos (PSB) e Kátia Zummach (PSDB).

O pedido de Rodrigo, referente à estrada da zona rural, foi aprovado pelo vereador na sessão desta segunda-feira, dia 6. “É uma reivindicação dos moradores de lá. São poucos moradores, mas eles usavam bastante este trecho. É uma ligação curta entre as duas localidades e evita ter que fazer a volta por Linha Riachuelo”, afirmou o vereador.

Junto com o pedido, Rodrigo apresentou um vídeo de pouco mais de um minuto, feito de dentro de um veículo que transitava pela via. As imagens mostram vegetação alta nas laterais e no centro da estrada, mal permitindo a passagem do carro. Também ficam evidenciados os pontos em que o piso está em situação irregular, provocando solavancos.

Conforme o vereador líder de governo, Oraci de Freitas (PP), as equipes da Secretaria de Obras estavam iniciando uma frente de trabalho em Linha Gonçalves Dias e em breve chegarão a Linha Brasil Fundos, além de Linha Araripe e Riachuelo. A Câmara de Vereadores aprovou a contratação emergencial de dois operadores de máquinas para a Secretaria de Obras. Uma das vagas é para substituir um funcionário que pediu demissão. A outra é para ocupar o lugar de Gilio Roque Vidotto, que acaba de assumir a coordenação das Obras no Pinhal Alto.

ESCADARIA

Também na segunda-feira, Kátia apresentou um pedido de providências para que seja dada mais atenção à manutenção e à limpeza da escadaria pública entre as ruas Berlin e Dois Irmãos, no bairro Pousada da Neve. A vereadora divulgou fotos mostrando a situação do local.

Na sessão, ela lembrou que já fez pedido semelhante ao ano de 2017. “Naquela vez, até me atrevi a pedir um corrimão e alguma parceria para levar arte ao local”, disse Kátia. Ela citou relatos de moradores, segundo os quais a escadaria é esquecida e, dos últimos trabalhos realizados no local, ainda há montes de galhos deixados após o corte. “Estão lá fazendo aniversário”, comentou.

Jerônimo faz alerta sobre o Festimalha

Jerônimo Stahl Pinto (PDT) ocupou a tribuna da Câmara para alertar sobre a dificuldade de vendas no primeiro fim de semana do Festimalha. “Já estamos acostumado com o calor nesta época do ano e talvez seja necessário estudar a possibilidade de mudar a data do evento”, comentou. Segundo o pedetista, o primeiro fim de semana teve pouco movimento e o sistema de climatização, novidade desta edição da feira, não deu muitos resultados. “As malharias mais tradicionais até tiveram movimento, mas as outras, não. Me contaram que no domingo a partir das 15h estava praticamente vazio”, disse.