Conecte-se conosco

Destaques

“Hoje vocês vão conhecer quem realmente não me quer presidente”, diz Bolsonaro sobre Moro

24/04/2020 - 17h59min

Atualizada em 24/04/2020 - 18h57min

FOTO: TV BRASIL

País – Em pronunciamento de aproximadamente 50 minutos, o presidente Jair Bolsonaro contrapôs o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, que na manhã de hoje pediu demissão do cargo.

Na fala, Bolsonaro repetiu em dois momentos uma passagem ocorrida pela manhã, logo cedo, quando tomou café da manhã com deputados. O presidente teria dito a estes: “Hoje vocês vão conhecer quem realmente não me quer na cadeira de presidente. Esse alguém vocês vão conhecer às 11 da manhã”.

Bolsonaro disse, ainda, que seu compromisso é com a verdade, sem distorções, ao atacar uma acusação feita por Sérgio Moro, de que Bolsonaro tentou, por mais de uma vez, saber detalhes de investigações da PF. “Não são verdadeiras as declarações de que eu queria saber sobre investigações em andamento”.

O presidente também se defendeu da acusação de ser tachado de mentiroso por Moro, no caso da demissão do ex-diretor-geral da PF, Maurício Valeixo. Segundo Bolsonaro, o diretor pediu para sair em uma conversa que ambos tiveram, por telefone, na tarde de ontem, contrariando a versão dada por Moro ao entregar o cargo.

Bolsonaro fez questão de reunir todos os ministros e o vice-presidente Hamilton Mourão para que lhe acompanhassem durante o pronunciamento. Inclusive o ministro Paulo Guedes, da Economia, cuja ausência foi sentida em uma reunião, no meio desta semana, no Planalto.

Confira algumas frases ditas pelo presidente Jair Bolsonaro em seu pronunciamento

  • “Moro argumentou, mais de uma vez, que tem uma biografia a zelar. Eu tenho um Brasil para zelar”
  • “A PF, de Sergio Moro, se preocupou mais com o caso de Marielle Franco do que com a tentativa de homicídio sofrida pelo presidente”
  • “Eu sempre abri o coração pra ele (Moro), eu já duvido que ele sempre abriu o dele para mim”
  • “Moro, não tenho informações da PF”
  • “Hoje vocês vão conhecer quem realmente não me quer na cadeira de presidente. Esse alguém vocês vão conhecer às 11 da manhã”
  • “Eu não posso conviver com uma pessoa que pensa muito diferente de mim”
  • “Torci muito para dar certo, mas infelizmente, ou felizmente, não deu”
  • “Sempre fui do diálogo. Ele (Moro) resolveu marcar uma coletiva e fez acusações infundadas, que eu lamento. Para muitos, vai deslustrar a sua tão renomada biografia”
  • “Vamos levar muito tiro na cara”
  • “Estou decepcionado com seu comportamento”
  • “Meu compromisso é com a verdade, sem distorções”
  •  “Não são verdadeiras as declarações de que eu queria saber sobre investigações em andamento”
  • “Desculpe, senhor ministro, mas o senhor não me chamará de mentiroso”
  • “Não existe possibilidade de interferência na PF”
  • “Não posso aceitar minha autoridade confrontada por qualquer ministro”
  • “Confiança é uma via de mão dupla”
  • “O governo continua, o governo não pode perder sua autoridade”
  • “Travo o bom combate”
  • “Confio nos meus ministros, nos servidores públicos que estão nos ajudando a vencer esse combate”