Conecte-se conosco

Destaques

Hortêncio: aumento concedido a servidores em meio a crise custará R$ 150 mil

23/05/2020 - 14h43min

Atualizada em 23/05/2020 - 14h43min

São José do Hortêncio – Enquanto que de um lado da cidade, os impactos causados pelo coronavírus ainda estão sendo assimilados e causam preocupação em diversos setores, devido a queda de faturamento das empresas, as demissões, férias forçadas ou com a suspensão de contratos, do outro lado do balcão, onde está o poder público, a realidade parece ser outra, com o dinheiro do povo sendo esbanjado de maneira sorrateira e sem aviso prévio, com o pretexto de “fazer justiça”.

Nesta semana, o prefeito Egídio Grohmann (MDB) conseguiu reunir os vereadores, às pressas, para que aprovassem o aumento salarial dos funcionários públicos. Os vereadores, sem qualquer tipo de discussão disseram amém e devolveram, aprovado, o projeto que garante um aumento de 1,68%. A justificativa é de que o percentual refere-se apenas à reposição da inflação dos primeiros meses do ano.

O reajuste custará à população de Hortêncio R$ 156.000,00 no ano. Conforme o próprio prefeito, mensalmente o aumento concedido impactará cerca de R$ 12.000,00 aos cofres públicos. “Isso não é muito”, tentou justificar Egídio.

Embora garanta que a Prefeitura tem dinheiro em caixa para pagar o aumento sem que falte em outra ponta, Egídio não considerou que esse montante poderia ser investido, por exemplo, na compra de, pelo menos, dois respiradores para eventual necessidade da população em caso de infecção pelo Covid-19.

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *