Conecte-se conosco

Destaques

Hunsrück participa de visitas técnicas à cervejarias na Europa

18/11/2019 - 10h59min

Atualizada em 19/11/2019 - 10h47min

Dois Irmãos – A Cervejaria Hunsück está participando de uma excursão à Europa com cervejeiros brasileiros e uruguaios. A visitação é técnica, voltada à cervejarias na Alemanha, Áustria e Itália, bem como empresas fabricante de linhas de envase e equipamentos para extrair chopp. Miguel Engelmann, diretor e cervejeiro da Hunsrück, é o representante da cervejaria dois-irmonense na Europa. “De terça a quinta estivemos na BrauBeviale 2019 em Nuremberg (Alemanhã)*, feira voltada ao ramo de bebidas de renome mundial (mais informações no rodapé).

O grupo também visitou a Birra (cervejaria) Baladin**, na Itália, muito famosa no ramo. Miguel teve a oportunidade de conversar com o proprietário da Baladin, muito conhecido no setor cervejeiro.

Da direita para a esquerda: Miguel, Artur/Agraria, Teo Musso, Marcelo/Agraria, Éder Lazareti e Rodrigo/Heilige

A comitiva também visitou a Maltaria Weyermann em Bamberg (estado da Baviera, na Alemanha). Na imagem, Miguel junto à família proprietária, com André e Talis da Tupiniquin (confira foto na galeria abaixo):

GRUPO 

Além dele, do Rio Grande do Sul, na primeira etapa, participaram apenas a Heilege de Santa Cruz do Sul (Rodrigo), Cooperativa Agrária (Marcelo), fábrica de equipamentos Lazareti (Éder), entre outros. Entre os momentos de lazer, o grupo participou de uma visitação à fábrica da Ferrari, em Maranello (Itália). “O museu é muito show, vale a pena”, explicou.

MAIS

* BrauBeviale 2019: Cerca de 40.000 visitantes comerciais , incluindo cerca de 18.000 de fora da Alemanha, viajaram para a mais importante exposição internacional de bens de capital da indústria de bebidas este ano. Com 1.088 expositores , 54% de fora da Alemanha , a exposição ofereceu a oportunidade de aprender tudo sobre a cadeia de processos de fabricação de bebidas: matérias-primas de alta qualidade, tecnologias e componentes inovadores, embalagens eficientes e sustentáveis ​​e idéias criativas de marketing. Mais uma vez este ano, a exposição teve como tema principal “Viabilidade futura do setor de bebidas” (informações do site da feira).

** Cervejaria Baladin (uma cerveja agrícola) foi originalmente criada em 1996 como um Brew Pub (bar com produção própria de cervejas) em Piozzo – uma pequena aldeia na região de Langhe, na província de Cuneo, na Itália, pelo seu fundador e mestre cervejeiro Teo Musso. O primeiro sistema de fabricação de cervejas, foi produzida pelo próprio Teo na Bélgica, com a ajuda de seu amigo Jean-Luis Dits da Brasserie a Vapeur (Pipaix – Bélgica) e ficava localizada em um estreito porão ao lado do bar. Foi construído com tanques de leite antigos e inicialmente, a Baladin só fazia algumas poucas cervejas, que somente eram servidas, na torneira dos tanques. No entanto, apenas um ano após a abertura da cervejaria, Teo começou a pensar em garrafas e novas receitas, que, atualmente, já são mais de 30. O objetivo estava claro: fazer cervejas com uma personalidade forte – tanto em termos de sabor e com de imagem – e que se distinguissem na gastronomia, da Itália e do mundo (fonte: BierWein).