Conecte-se conosco

Coluna Nova Petrópolis

Isenção no estacionamento rotativo para quem consome nos estabelecimentos?

27/05/2020 - 09h56min

O vereador João Paulo de Macedo Viana (Ceará – Republicanos) apresentou uma indicação ao Executivo para que clientes que consumem em estabelecimentos locais como lojas, mercados, restaurantes, cafés e serviços em geral sejam isentos da cobrança do estacionamento rotativo por até duas horas. Eu particularmente não gosto deste tipo de ideia. Não gosto simplesmente porque “não existe almoço grátis”. Da forma como foi proposto, os demais usuários acabariam pagando a diferença dessa “generosidade”. Fatalmente haveria um recálculo e o valor da tarifa aumentaria. Mas isso foi só uma sugestão do vereador.

O COMEÇO DO FIM
Mais um exemplo de Porto Alegre. Lá as empresas de ônibus estão querendo suspender diversas linhas, que estariam dando prejuízo por causa da pandemia. Mas o problema já vem de antes do vírus. O transporte público da capital caminha para a falência. E uma das causas é o monte de isenções, totais ou parciais, que são dadas a determinados grupos, como os estudantes, por exemplo. Não é caso de discutir merecimentos. Mas o fato é que os demais usuários pagam uma passagem mais cara e tendem a usar menos o ônibus. Redução de usuários é o começo do fim.

SEM OS DEDOS
Por meios mais espontâneos, a sugestão dada por Ceará já está em curso. São estabelecimentos que resolveram oferecer estacionamento gratuito aos seus clientes. Mas sem os dedos da Prefeitura.

BOLA ROLANDO
Sobre a sugestão do colega Ceará, o vereador líder de governo, Oraci de Freitas (Progressistas) comentou que primeiro seria necessário verificar o edital do estacionamento rotativo, pois uma isenção como a sugerida poderia ferir a parte legal. Faz todo sentido. Não se muda a regra do jogo com a bola rolando. Qualquer regra. Aí surge outra proposição apresentada por Ceará, desta vez um pedido de informações. Ele quer saber se as 14 novas vagas do estacionamento criadas na rua João Leão serão retiradas em outro ponto da cidade para compensar. Afinal, o edital falava em 900 vagas. E agora passariam a ser 914. Ou com esse incremento, mesmo que pequeno, haveria margem para uma redução de tarifa? Não se muda as regras do jogo com a bola rolando…

EMENDA DE ELTON WEBER
O deputado estadual Elton Weber (PSB) anunciou uma emenda de R$ 100 mil para o Hospital Nova Petrópolis, para ações de enfrentamento do coronavírus. Vejam que é uma emenda ao Orçamento do Estado, coisa que não se vê todo dia. Os leitores desta coluna já sabem que eu não gosto de emendas parlamentares. O dinheiro que passa pelos deputados deveria chegar diretamente aos prefeitos e estes sim poderiam decidir o que fazer com ele. Elton Weber tem plena consciência disso, tanto é que votou contra o projeto de lei que criou rubrica de R$ 55 milhões no Orçamento Estadual de 2020, com R$ 1 milhão em emendas para cada deputado. É dinheiro que o Estado não tem, visto que fecha todos os anos com deficit nas contas! E se tivesse, como tenta demostrar, faria muito melhor se investisse em convênios com hospitais, como defendeu o próprio Elton na época da votação. Bom, ele pelo menos tentou. Voto vencido, o deputado contempla a saúde de seu município de origem.

Por Francis Jonas Limberger
[email protected]
WhatsApp: (51) 99888-1830

LEIA OUTRAS COLUNAS RECENTES DE NOVA PETRÓPOLIS

Em circunstâncias normais, estaríamos no Festimalha

A liberação da bebida nos estabelecimentos gastronômicos até as 23h

Restrição de horários: um convite à aglomeração