Por Carolina Dalcin, sócia proprietária da Terapêutica Studio Pilates

Hum… são tantas coisas que quero pra 2019. Acho que você também busca crescimento, reconhecimento, cuidado contigo e com o outro, não é? Uma coisa eu aprendi: que precisamos cuidar de nós para assim cuidar do outro. Isso não é ser egoísta, é ter mais força e energia para cuidar do outro.

Como você gostaria de ser cuidado? Será que fazendo uma aula de Yoga? Ou suando em uma aula de musculação? Ou ainda ganhando aquela massagem gostosa, bom né? O que eu tenho pra te oferecer é uma ótima aula de Pilates, você topa? Vem conhecer nossos espaços e se surpreender com o que você pode e consegue fazer. Venha descobrir também alguns músculos que você nem lembrava que existiam… Verdade! Praticar Pilates regularmente ajuda a manter o corpo alinhado, a melhorar cada vez mais a sua mobilidade, agilidade, coordenação, força e equilíbrio.

As aulas são realizadas com até três alunos por horário. Tentamos sempre ter turmas mais homogêneas, onde assim até lindas amizades surgem com os colegas que compartilham da mesma patologia, com idade parecida, vivendo no mesmo bairro. Dessa forma o Pilates ajuda no convívio social, na liberação de hormônios de alegria, como a endorfina e a adrenalina, melhorando até aquele início de depressão que, com o passar do tempo, já não existirá mais.

Cada paciente é único, tem seus limites, seus medos, suas dores. Dores essas causadas por diversas patologias como artrites, hérnias, escolioses, lesões em ombros, joelhos, quadris. Sendo assim, nós precisamos observar e, com cuidado, desenvolver um exercício que fará aquela dor diminuir e, com a evolução das aulas, o paciente realizará o exercício de maneira mais consciente, focando no objetivo do movimento e assim ganhando força nos músculos corretos.

A maioria de nós pensa que quando estamos com dor não podemos mexer aquela região do corpo. Cada caso é um caso, mas na maioria deles o movimento realizado sem peso, é fundamental para hidratação da região dolorida. E no Pilates temos as molas, que podem ajudar muito no retorno às atividades, pois elas auxiliam o movimento de nossos músculos e a nos levantarmos da posição sentada, por exemplo.

As molas utilizadas nos aparelhos de Pilates, surgiram dos estrados das camas dos soldados em guerra. Foi nesse período que Joseph Pilates, com o intuito de fortalecer seus pacientes feridos, utilizou o único recurso que teve e, com muita criatividade, as molas passaram a fazer parte fundamental do método Pilates. Assim, seus pacientes, “soldados em guerra”, se recuperaram rapidamente de seus ferimentos.

Hoje as aulas de Pilates contam com um leque enorme de exercícios, que vão do Pilates clássico ao contemporâneo, utilizando de acessórios como bolas, faixas elásticas, alteres, tornozeleiras, anel-flex, rolos, discos de rotação, além dos aparelhos que compõem um estúdio de Pilates.

Ficou com vontade de conhecer? As portas do Pilates Terapêutica estão abertas para você, sua família, seus amigos. Venham nos conhecer, tomar um chimarrão e conversar sobre como podemos lhe ajudar a ter uma vida mais feliz, sem dores.