Conecte-se conosco

Estado

Polícia Civil faz ação contra grupo que falsificava assinaturas de delegados

Estado – A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Lavagem de Dinheiro, DRLD Denarc, cumpriu ordens judiciais de indisponibilidade de bens durante toda a segunda-feira, 10, em relação a Operação Impostore. Esta etapa da Operação visa sequestro de bens de 4 indiciados, entre contas bancárias, casa e veiculo, totalizando 6 ordens judiciais.

Segundo a Polícia Civil, a quadrilha foi responsável, no ano de 2019, pela retirada de veículos dos Depósitos do Detran/RS, apreendidos em investigações policiais de lavagem de dinheiro e de outras Delegacias do Estado, de forma fraudulenta, mediante estelionato, uso de documentos falsos, dentre outras técnicas criminosas.

Dos procedimentos policiais afetos ao Denarc, 3 veículos foram subtraídos, sendo já dois recuperados, seguindo um caminhão de grande porte desaparecido, além de outro veículo de outra Delegacia.

O Inquérito Policial da Operação Impostore foi remetido no mês de dezembro com 5 indiciamentos, por crimes de estelionato, uso de documento falso, receptação e associação criminosa.

Segundo o Delegado Adriano Nonnenmacher, titular da DRLD Denarc, o sequestro de bens cumpridos nesta segunda, em sede liminar nos autos do Processo Criminal em andamento, servirão de garantia a possível ressarcimento ao Estado em caso de futura condenação.