Conecte-se conosco

Notícias

Negligência médica pode estar por trás da morte de estanciense

Estância Velha – A morte da cabeleireira estanciense Bruna Marcelo Bonifácio, de 29 anos, no último dia 11 de fevereiro, causou uma onda de comoção na comunidade. Bruna lutava contra um câncer e estava internada no Hospital Regina, em Novo Hamburgo, mas não resistiu e acabou falecendo, deixando dois filhos, de 6 e 10 anos.

A doença tardiamente descoberta, que impediu a possibilidade de tratamento e levou Bruna à morte apenas 15 dias depois de receber o diagnóstico de câncer, pode ter sido um caso de negligência do sistema de saúde do município. Ela era tratada como uma paciente com problemas psiquiátricos, com a alegação de que não tinha nenhum problema grave, mesmo sem uma investigação precisa que diagnosticasse que ela, de fato, não tinha a doença.

A REPORTAGEM COMPLETA VOCÊ PODERÁ CONFERIR NA EDIÇÃO IMPRESSA DO DIÁRIO DE AMANHÃ (20).