Conecte-se conosco

Destaques

Lindolfo: júri começa a decidir hoje se esposa e irmão são culpados por morte de morador

Lindolfo Collor/Novo Hamburgo – A Vara do Júri de Novo Hamburgo confirmou que o julgamento da mulher acusada de encomendar a morte do marido acontecerá nesta quinta-feira, 30. O julgamento, marcado desde novembro do ano passado, ocorre a partir das 9 horas, no Fórum hamburguense.

Além de Liete Lenice Wandscher Matte, atualmente com 31 anos, também são réus o irmão dela, Laércio Wandscher, 35, e dois matadores de aluguel, Jônatan Garcia Woithoski, vulgo Alemão, 25, e Geovani Francisco dos Santos, 30.

Os quatro, com a ajuda de um adolescente de 16 anos, arquitetaram a morte do gerente industrial Marcelo Edson Matte, que na época tinha 31 anos. Para tentar despistar a polícia, o grupo simulou um latrocínio (roubo seguido de morte).

Liete e Marcelo estavam vivendo um período conturbado no casamento e ela decidiu matá-lo para não precisar compartilhar a herança adquirida pelo casal. Para planejar o crime e contratar os pistoleiros, ela encarregou o irmão.

Corpo de Marcelo foi encontrado ao lado do carro, queimado. No detalhe, Marcelo e Liete

Madrugada adentro

O julgamento será comandando pela juíza Angela Roberta Paps Dumerque, que até pouco tempo era a titular da Comarca de Dois Irmãos. A previsão da sua equipe é de que o júri popular seja longo e se estenda até a madrugada de sexta-feira. Além de terem quatro réus para serem interrogados, os jurados terão que ouvir o testemunho de três pessoas, que falam em defesa dos acusados.

Ainda, haverá tempo estendido para os debates entre Ministério Público (acusação) e os advogados dos réus (defesa). A estimativa é de que somente com os debates, quando advogados e promotor apresentam as provas aos jurados, exigirão nove horas.