Conecte-se conosco

 

Destaques

Polícia diz que feminicídio praticado em Nova Petrópolis foi premeditado

Nova Petrópolis – A Polícia Civil acredita que o crime ocorrido na manhã desta segunda-feira, 20, na estrada do Pinhal Alto, onde Rosane Marlise Birk Grorh, de 37 anos, foi morta por golpes de faca, foi planejado com antecedência.

De acordo com os policiais, a mulher dirigia seu carro, um Wolksvagen Cross Fox prata, de sua casa para o trabalho com uma amiga, quando seu ex-companheiro veio no sentido contrário, em um Ford Fiesta vermelho, e jogou o carro contra a vítima. Ele desceu do carro com uma marreta em mãos, e foi em direção ao outro veículo. Quebrou a janela da motorista e a atingiu com vários golpes de faca.

A Brigada Militar recebeu o chamado às 07h11 da manhã por pessoas que passavam pelo local e encontrou os dois veículos e Rosane sem vida. No local também foi encontrado a marreta utilizada para quebrar a janela e a bainha de uma faca, possivelmente a que foi usada no crime, mas a própria arma do crime não foi localizada.

Brigada Militar, Polícia Civil e Perícia foram ao local (Créd.: Dário Gonçalves)

 

O principal suspeito é o ex-companheiro de Rosane. Seu celular também foi encontrado no Fiesta. Ele fugiu a pé e a polícia faz buscas pelos matos para encontrá-lo. Ele não possuía antecedentes criminais, mas havia uma medida protetiva contra ele, que o impedia de chegar perto de Rosane.

Segundo o pai da vítima, ela cobrava do ex-companheiro pensão alimentícia do filho que o casal possui. O corpo de Rosane foi levado para o Instituto Geral de Perícias, em Caxias do Sul.

Corpo foi levado para Caxias do Sul pela Perícia (Créd.: Dário Gonçalves)