Conecte-se conosco

 

Ivoti

“Errar é humano”, diz Borracheiro sobre o pagamento do 13º aos vereadores

Ivoti – A eleição de Alexandre dos Santos (Borracheiro – PP) movimentou o cenário político. Ele foi eleito no início desta semana, em uma votação apertada contra Jânio Droval (Russo – PDT). Borracheiro recebeu 5 votos contra 4 de Russo.

O progressista será o presidente da Câmara em 2020. Ao Diário, ele falou sobre o 13º salário e como pretende trabalhar em 2020.

Diário: O que você pretende fazer como presidente da Câmara em 2020?

Borracheiro: Pretendo continuar fazendo um trabalho sério com responsabilidade e manter o diálogo com a situação e com oposição, sempre pensando no melhor para a comunidade e desenvolvimento do município.

Diário: Por que decidiu concorrer?

Borracheiro: Decidi concorrer por pensar que a administração está fazendo um trabalho sério com gestão e resultados para o município. E vejo como integrante do partido da administração, tendo quatro vereadores eleitos, que teríamos que colocar um nome à disposição para candidato a presidente da Câmara da situação. Mas, quero continuar trabalhando em harmonia e diálogo com todos os vereadores.

Diário: Em relação ao polêmico 13º salário, o que pretende fazer?

Borracheiro: Sobre esse assunto, entendo que erramos por falta de experiência na época. Fiz o que os vereadores pediram, não quero me abster do erro, mas aprendi com isso. “Errar é humano, admitir e aprender com o erro é uma virtude”.

Diário: Por fim, como a comunidade pode ficar mais próxima dos vereadores?

Borracheiro: Sempre é muito importante a participação de todos. Nesta gestão, a comunidade está participando mais e discutindo e colocando seus contrapontos nos projetos. Na minha gestão, quando fui presidente, sempre compartilhei as sessões nas redes sociais e a comunidade pode acompanhar ao vivo pelo site da Câmara de Vereadores. Vamos fazer um trabalho sério com muita transparência.