Conecte-se conosco

Destaques

Nova Petrópolis: Pequena Duda vence batalha contra o Câncer

30/06/2020 - 09h36min

Sorriso no rosto é sua marca registrada (Créd.: Divulgação)

Nova Petrópolis – Após um ano e oito meses, Eduarda Ferreira Roque da Silva, finalmente pode dizer que está curada do câncer. Ela, que tem apenas nove anos, venceu uma batalha gigante depois de ser diagnosticada no final de 2018 com um raro tumor maligno no cérebro. Após a retirada bem-sucedida do tumor, ela passou por meses de sessões de radioterapia e quimioterapia. Mas uma coisa, neste tempo todo, ninguém tirou dela: o sorriso no rosto.

Sua vida mudou completamente nos últimos meses. Devido ao tratamento, sua imunidade ficou fragilizada e até mesmo resfriados faziam com que ela fosse internada na UTI. Como qualquer criança, o que mais gostava era de ir à escola e brincar com os amigos, mas para sua proteção, antes de todo mundo, ela precisou deixar o convívio com as pessoas e se isolar em casa.

Felizmente, Duda começa agora a levar uma nova vida. No meio de maio, após muita luta, dor e choro da família, seu tratamento acabou da forma mais positiva possível. Ela venceu! No hospital, a pequena tocou o sino da vitória e foi aplaudida por todos em um momento emocionante. De acordo com a sua mãe, Angélica Roque, saber que ela está curada foi a melhor sensação do mundo. “Ela é muito esperta. Sabe que Deus ajudou a passar por tudo e que ela é uma vencedora”, contou a mãe.

Duda comemora sua vitória com a equipe médica (Créd.: Divulgação)

Problemas de imunidade e pandemia

Um de seus principais problemas é justamente a sua imunidade. E para piorar sua situação, o mundo se viu enfrentando um novo vírus que pode ser fatal. Mas luta é com ela mesma e Duda está cada vez mais forte. Os cuidados precisaram ser aumentados, é verdade. Passou a sair de casa somente para as consultas e as visitas em casa foram cortadas.

Quando tudo passar, ela vai poder até retornar para a escola e sua felicidade por ter deixado o pior para trás, só aumenta. “Agradeço a Deus por ter nos dado força e ter curado a Duda, e aos amigos que lutaram junto e nos deram forças. Minha filha é muito forte e guerreira, muitas vezes ela me fazia rir pra não ficar preocupada”, finalizou Angélica.

Vencedora, Duda já visualiza um novo futuro (Créd.: Divulgação)

Doações

Duda tem outras duas irmãs, e sua mãe não pode mais trabalhar para acompanhá-la no tratamento. Por isso, somente seu pai possui renda. Para amenizar essa situação, uma vakinha online foi criada para arrecadar dinheiro para as medicações e no sustento geral da família.

Quem estiver interessado em ajudar na campanha “Ajude a Duda!”, poderá fazer doações através do link vaka.me/619342, ou pela conta criada para o tratamento: Eduarda Ferreira Roque (Caixa Econômica Federal – agência 1129, operação 13, conta 38218-0). Também foi criada uma página para que se possa acompanhar o tratamento, facebook.com/todoscomduda.