Conecte-se conosco

Destaques

“O objetivo da fiscalização é de que o decreto seja cumprido”

28/06/2020 - 12h37min

Em um dos bares, havia clientes bebendo e jogando sinuca (Cred. MELISSA COSTA)

Dois Irmãos – A operação realizada na sexta-feira, dia 26, e que percorreu quase todos os bairros do município, deverá terá novas ações, caso seja necessário. A fiscal Aline Reusch explica que todos os bares devem ficar fechados, obedecendo o decreto estadual 55323, de 22 de junho de 2020, que preconiza que restaurante e lancheria podem trabalhar somente com tele-entrega e pegue e leve, enquanto todos os bares devem ficar fechados.

“Com a bandeira vermelha, os bares não podem funcionar”

“O objetivo da operação é de que os proprietários desses estabelecimentos cumpram o decreto. Com a bandeira vermelha, os bares não podem funcionar, nem com tele-entrega ou pegue e leve. Todos precisam ficar fechados. Só podem trabalhar com tele ou pegue e leve quem vende alimentos, como lanchonetes e restaurantes. O consumo no local está proibido em todos os estabelecimentos”, reitera ela, ressaltando que em um dos locais interditados, foram flagradas pessoas acima de 60 anos bebendo e se alimentando dentro do estabelecimento. “O proprietário já havia sido avisado e, como não respeitou o decreto, fizemos a interdição. Essa operação foi feita e voltará a se repetir caso seja necessária, pois estamos atuando no intuito de combater e evitar doença contagiosa, nesse caso, o Covid-19”, completa Aline. A ação contou com apoio da Brigada Militar e Corpo de Bombeiros.