Conecte-se conosco

Notícias

Polícia Civil prende advogado que usava atestado médico falso para liberar presos

16/04/2020 - 09h27min

Créditos: Divulgação/Polícia Civil

Gravataí – Foi desencadeada na manhã desta quinta-feira, 16, a Operação Avocat na Região Metropolitana. Na ação, a Polícia Civil prendeu um advogado suspeito de integrar um esquema de liberação de detentos através de atestado médico falso, em função da pandemia do novo coronavírus.

Conforme a Polícia, ele foi preso preventivamente por crimes contra a Fé Pública e contra a Administração da Justiça. Nos pedidos encaminhados à justiça, o grupo alegava que os apenados faziam parte de grupos de riscos, por isso deveriam ser liberados durante a pandemia.

Na operação Avocat, os agentes cumprem ordens judiciais na residência e escritório do advogado investigado e que foi detido em Gravataí. Documentos, três celulares, um notebook e cerca de R$ 7 mil em dinheiro já foram apreendidos. O material recolhido será analisado e servirá como prova para corroborar com a investigação. A ação mobiliza 15 agentes policiais e quatro delegados.

Fonte: Correio do Povo