Porto Alegre – Foram identificados os dois brigadianos mortos por criminosos, na noite desta quarta-feira, durante ação em vila dominada pelo tráfico de drogas.

Os soldados Rodrigo da Silva Seixas, 32 anos, e Marcelo de Fraga Feijó, 30, foram atingidos por um mesmo disparo, realizado por um olheiro do tráfico de drogas, que fazia a “segurança” do ponto de tráfico do alto de uma laje.

CASO

Uma operação policial teve um desfecho triste, na noite desta quarta-feira, com dois policiais militares, do 19º Batalhão de Polícia Militar (BPM), mortos por bandidos armados com fuzis.

O confronto também resultou na morte de dois criminosos e na prisão de um terceiro homem, este com diversas passagens pela polícia por tráfico de drogas. O preso é filho de um dos bandidos mortos.

Após o crime, diversas viaturas foram despachadas para o local (FOTO: DIVULGAÇÃO)

O crime aconteceu por volta das 22 horas, quando os policiais chegaram em uma residência na rua Paulinho Azurenha, em um local conhecido como Beco da Bruxinha, no bairro Partenon.

A informação inicial é de que uma equipe realizava abordagens de rotina na vila, quando entraram em um beco e acabaram sendo recebidos à tiros.

O local é conhecido por ser dominado pelo tráfico de drogas. Ainda segundo informações iniciais, um olheiro do tráfico, que estava em cima de uma laje, ao perceber a chegada da guarnição realizou disparos de fuzil 762.

O governador Eduardo Leite já se manifestou através das redes sociais em solidariedade à família dos dois policiais mortos.

A Brigada Militar também se pronunciou através do Twitter.