Maicon, Marlon e Pablo seguem presos (FOTO: ISAÍAS RHEINHEIMER)

Ivoti – Um dos presos após o assalto a um posto de gasolina, na noite da última quarta-feira, justificou sua participação no crime pela necessidade de pagar o licenciamento do seu carro, que está atrasado.

O hamburguense Maicon Cristiano de Mello, 32 anos, garante que foi a primeira vez que cometeu um delito e trouxe a explicação acima. Mas para a polícia, ele e os outros dois comparsas, que também não tinham antecedentes por crimes graves, já vinham cometendo assaltos na região, porém, nunca haviam sido preso até então.

Maicon e outros dois homens, identificados como Marlon Santos de Oliveira, 23 anos, e Pablo da Silva Soares, 20 anos, seguem presos. Os três criminosos assaltaram um posto de gasolina na rua Castro Alves, por volta das 21 horas, do dia 24.

O trio chegou ao local armado com duas armas e rendeu funcionários na loja de conveniência. Depois de roubarem cerca de R$ 400 e duas barras de chocolate, fugiram do posto em um Fox branco. A Brigada Militar ivotiense foi acionada e prendeu os acusados na Av. Bom Jardim, no bairro Cidade Nova. Eles estavam com dois simulacros de pistola.